PBF


Bolsa Família 2022 Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil como conhecemos começou a ser pago em novembro de 2021.

Substituto do Bolsa Família, o plano assistencial promoveu uma série de novidades nos pagamentos e teve reajustas nos valores pagos às beneficiárias.

Uma das atualizações mais importantes está relacionada ao valor das parcelas. O repasse médio mensal do Bolsa Família era de R$ 189,00. Com a atualização para Auxílio Brasil, o valor médio dos pagamentos ficou estabelecido em R$ 400.

Auxílio Brasil quem tem direito

O programa do Bolsa Família atendia cerca de 14,6 milhões de beneficiários. O número de pessoas atendidas pelo Auxílio Brasil deve superar 20 milhões, de acordo com o governo.

Podem se beneficiar com o programa, as famílias em situação de pobreza (renda por pessoa entre R$ 105,01 e R$ 210) ou extrema pobreza (renda por pessoa de até R$ 105 por mês) e que tenham em sua composição gestantes, mães que amamentam, crianças ou adolescentes entre 0 e 21 anos. Essas regras são similares ao Bolsa Família.

Veja os principais critérios que podem ser aplicados também ao Auxílio Brasil:

  • Ter renda familiar por pessoa de até R$ 105; ou
  • Ter renda familiar por pessoa entre R$ 105,01 e R$ 210 (no caso de famílias que tenham em sua composição gestantes, nutrizes, crianças e/ou adolescentes até 17 anos);
  • Estar inscrito no CadÚnico;
  • Estar com dados atualizados no CadÚnico há, pelo menos, dois anos.

Outros critérios do Bolsa Família também devem permanecer para o Auxílio Brasil, veja quais são:

  • Crianças e adolescentes com idade escolar (entre 6 e 15 anos) devem ter, no mínimo, 85% de presença nas aulas;
  • Os jovens entre 16 e 17 anos, a frequência mínima exigida é de 75%;
  • Crianças menores de 7 anos precisam estar com as vacinas em dia e devem comparecer ao posto de saúde para realizar o monitoramento e o acompanhamento do crescimento;
  • Gestantes devem comparecer às consultas de pré-natal e participar de atividades educativas ofertadas pelo Ministério da Saúde sobre aleitamento materno e alimentação saudável;
  • Acompanhamento de saúde das mulheres que possuem 14 a 44 anos de idade.
Clique aqui para ler o post completo

Valor Bolsa Família Auxílio Brasil

Se você está procurando o valor do Bolsa Família Auxílio Brasil, então saiba que chegou ao lugar certo.

Acompanhe as informações que vamos passar a seguir e esclareça todas as suas dúvidas sobre os pagamentos do principal programa de complemento de renda do governo brasileiro.

Vale lembrar que o benefício varia de acordo com a composição familiar e a renda total mensal da família.

Ou seja, famílias que possuem crianças podem receber um valor diferente de famílias que possuem adolescentes, ou de uma família que tenha uma gestante.

Consulte a tabela completa e veja quanto você pode receber do Auxílio Brasil.


Auxílio Brasil valor dos benefícios

O valor médio da parcela do Auxílio Brasil é de R$ 400. O programa conta com diferentes classes de benefícios, divididos entre principais e suplementares. Todos eles são preparados para atender as diversas composições de famílias brasileiras.

Auxílio Brasil valor benefícios principais

Os benefícios listados abaixo podem ser pagos de modo acumulativo e não possuem limite de quantidade por família. Confira:

Benefício Primeira Infância (BPI): R$ 130 por criança.

É pago de acordo com o número de crianças na família, sendo destinado para famílias que tenham crianças com idade até 36 meses incompletos.

Benefício Composição Familiar (BCF): R$ 65.

O valor é pago por pessoa, sendo destinado a famílias que possuam:

a) gestantes;

b) nutrizes; e/ou

c) pessoas com idade entre 3 e 21 anos incompletos.

De acordo com as regras, a família só pode receber esse benefício relativo aos seus integrantes com idade entre 18 e 21 anos incompletos, caso eles estejam matriculados ou concluído a educação básica.… Clique aqui para ler o post completo

Calendário Auxílio Brasil 2022

O calendário do Auxílio Brasil 2022 oficial referente ao período entre janeiro e dezembro de foi divulgado pela Caixa e pelo governo. De acordo com as instituições, as famílias beneficiárias do Bolsa Família não precisam fazer nenhum cadastro novo para receber os valores do Auxílio Brasil.

A sequência de pagamentos também é similar ao cronograma do Bolsa Família, ou seja, os benefícios serão liberados de acordo com o último dígito do NIS da beneficiária do Auxílio Brasil.

Excepcionalmente no mês de agosto, o calendário tem uma antecipação, dessa forma os pagamentos são feitos entre os dias 9 e 22. É que em agosto começa a ser pago o valor adicional de R$ 200, elevando o pagamento mínimo de R$ 400 para R$ 600.

O adicional de R$ 200 será pago até dezembro de 2022, mas vale a pena lembrar que os calendários de setembro, outubro e novembro e dezembro não terão antecipação.

Consulte agora as datas atualizadas:

Final do NIS Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro
1 09/08 19/09 18/10 17/11 12/12
2 10/08 20/09 19/10 18/11 13/12
3 11/08 21/09 20/10 21/11 14/12
4 12/08 22/09 21/10 22/11 15/12
5 15/08 23/09 24/10 23/11 16/12
6 16/08 26/09 25/10 24/11 19/12
7 17/08 27/09 26/10 25/11 20/12
8 18/08 28/09 27/10 28/11 21/12
9 19/08 29/09 28/10 29/11 22/12
0 22/08 30/09 31/10 30/11 23/12

Fonte: Caixa Econômica Federal

Auxílio Brasil saque

Para receber o Auxílio Brasil, tanto o cartão quanto a senha utilizados nos saques do Bolsa Família até outubro de 2021 continuam válidos e podem ser utilizados normalmente.… Clique aqui para ler o post completo

Calendário Auxílio Brasil 2021

O calendário do Auxílio Brasil oficial referente aos meses de novembro e dezembro de 2021 foi divulgado pela Caixa. De acordo com a instituição, as famílias beneficiárias do Bolsa Família não precisam fazer nenhum cadastro novo para receber os valores do Auxílio Brasil.

A sequência de pagamentos também é similar ao cronograma do Bolsa Família, isto é, os benefícios serão liberados de acordo com o último dígito do NIS da beneficiária do Auxílio Brasil.

Consulte agora as datas atualizadas:

Calendário Auxílio Brasil novembro 2021

  • NIS final 1 – dia 17
  • NIS final 2 – dia 18
  • NIS final 3 – dia 19
  • NIS final 4 – dia 22
  • NIS final 5 – dia 23
  • NIS final 6 – dia 24
  • NIS final 7 – dia 25
  • NIS final 8 – dia 26
  • NIS final 9 – dia 29
  • NIS final 0 – dia 30

Calendário Auxílio Brasil dezembro 2021

  • NIS final 1 – dia 10
  • NIS final 2 – dia 13
  • NIS final 3 – dia 14
  • NIS final 4 – dia 55
  • NIS final 5 – dia 16
  • NIS final 6 – dia 17
  • NIS final 7 – dia 20
  • NIS final 8 – dia 21
  • NIS final 9 – dia 22
  • NIS final 0 – dia 23

Auxílio Brasil saque

Para receber o Auxílio Brasil, tanto o cartão quanto a senha utilizados nos saques do Bolsa Família até outubro de 2021 continuam válidos e podem ser utilizados normalmente.

Os locais para os beneficiários realizarem o saque e para consultar informações sobre o novo programa permanecem os mesmos:

  • Aplicativo Caixa Tem
  • Terminais de autoatendimento
  • Casas lotéricas
  • Correspondentes Caixa Aqui
  • Agências da Caixa

Em relação ao aplicativo, o Auxílio Brasil terá um novo app que substituirá o atual do Bolsa Família através de uma atualização automática.… Clique aqui para ler o post completo

Auxílio Brasil Cadastro

Popularmente conhecido como “novo Bolsa Família”, o Auxílio Brasil foi anunciado pelo governo em outubro de 2021 e deve começar a ser pago aos beneficiários em novembro.

O valor das parcelas deverá contar com um reajuste mínimo de 20% em relação ao que é pago no Bolsa Família. Atualmente paga-se, em média, R$ 189. A previsão, portanto, é subir para R$ 226,80 e com o valor do “benefício transitório”, chegar a R$ 400,00 por parcela.

Auxílio Brasil quem tem direito

O atual programa do Bolsa Família abrange cerca de 14,6 milhões de beneficiários. O número do Auxílio Brasil deve superar 17 milhões, segundo previsão do ministro da Cidadania, João Roma.

Podem se beneficiar com o programa, as famílias em situação de pobreza (renda por pessoa entre R$ 89,01 a R$ 178,00) ou extrema pobreza (renda por pessoa de até R$ 89,00 por mês) e que tenham em sua composição gestantes, mães que amamentam, crianças ou adolescentes entre 0 e 21 anos. Essas regras são similares ao Bolsa Família.

Veja os principais critérios que podem ser aplicados também ao Auxílio Brasil:

  • Ter renda familiar per capita de até R$ 89; ou
  • Ter renda familiar per capita de até R$ 178 (no caso de famílias que tenham em sua composição gestantes, nutrizes, crianças e/ou adolescentes até 17 anos);
  • Estar inscrito no CadÚnico;
  • Estar com dados atualizados no CadÚnico há, pelo menos, dois anos.

Outros critérios do Bolsa Família também devem permanecer para o Auxílio Brasil, veja quais são:

  • Crianças e adolescentes com idade escolar (entre 6 e 15 anos) devem ter, no mínimo, 85% de presença nas aulas;
  • Os jovens entre 16 e 17 anos, a frequência mínima exigida é de 75%;
  • Crianças menores de 7 anos precisam estar com as vacinas em dia e devem comparecer ao posto de saúde para realizar o monitoramento e o acompanhamento do crescimento;
  • Gestantes devem comparecer às consultas de pré-natal e participar de atividades educativas ofertadas pelo Ministério da Saúde sobre aleitamento materno e alimentação saudável;
  • Acompanhamento de saúde das mulheres que possuem 14 a 44 anos de idade.
Clique aqui para ler o post completo

Confira o que mudou no Programa Renda Brasil o “novo” Bolsa Família

O que é o Programa Renda Brasil?

O Governo Federal estuda substituir o Programa Bolsa Família e o Auxílio Emergencial lançanxxxdo o Programa Renda Brasil. O programa pode ser considerado como o “novo” Bolsa Família. Além disso o objetivo é englobar outros programas do governo, como o FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) e o Seguro Defeso.

O Programa Renda Brasil deve ser destinado a brasileiros com renda menor que um salário mínimo e vai unificar diversos benefícios e utilizará os dados do Auxílio Emergencial para que consiga alcançar novos beneficiários.

Como vai funcionar o Renda Brasil?

O Renda Brasil, programa recentemente divulgado pelo governo, visa substituir o então programa social Bolsa Família. O Programa Renda Brasil vai unificar diversos benefícios e utilizará os dados do Auxílio Emergencial para que consiga alcançar novos beneficiários.

Essa “carteira única” deve pagar até R$ 300 reais ao grupo, que poderá atuar no mercado de trabalho. O programa deve funcionar de forma semelhante ao Bolsa Família e resultará no fim de outros programas, como o salário família e o abono salarial.

Como se cadastrar no Programa Renda Brasil?

Até o momento não foi divulgado regras específicas para o Programa Renda Brasil, mas já foi estabelecido que para receber o benefício é necessário estar cadastrado no  Cadastro Único (CadÚnico) e no programa Bolsa Família.

Através do CadÚnico é possível identificar quais famílias brasileiras necessitam de ajuda, conhecendo assim a realidade de cada família e conseguindo ofertar os principais programas sociais do governo. O cadastro contém as principais informações de cada membro da família, como escolaridade, trabalho, renda e características da residência.… Clique aqui para ler o post completo