Auxílio Emergencial Bolsa Família 300,00 Prorrogado

O Auxilio Emergencial é destinado a beneficiários do Bolsa Família, trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores individuais e desempregados que enfrentam os efeitos econômicos provocados pelo novo coronavírus.

O benefício começou a ser pago em abril em três parcelas no valor de R$ 600. Em junho, foi prorrogado por mais duas parcelas de R$ 600. O benefício foi prorrogado pela terceira vez, agora até dezembro de 2020.

O valor caiu pela metade e há regras mais rígidas para definir quem tem direito. Além disso, nem todo mundo que recebe o auxílio terá direito a todas as parcelas extras, incluindo os beneficiários do Bolsa Família.

Auxílio Emergencial Bolsa Família foi prorrogado?

O auxílio emergencial Bolsa Família foi prorrogado até dezembro. O anúncio foi feito na terça-feira dia 1º de setembro pelo presidente Jair Bolsonaro, mas terá valor menor: R$ 300.

Dessa maneira, quem se encaixa nas regras do auxílio emergencial e recebeu a primeira parcela logo em abril vai ganhar a sexta parcela entre 17 e 30 de setembro.

O cronograma de pagamento é organizado conforme o Número de Identificação Social (NIS) final do beneficiário. Os depósitos seguem até dezembro deste ano.

Quem recebe Bolsa Família recebe auxílio emergencial?

auxilio emergencial bolsa familia

Para receber o auxílio emergencial é necessário atender às regras do Auxílio, estar cadastrado no Cadastro Único ou receber o benefício Bolsa Família. O benefício é recebido automaticamente,  não é necessário se cadastrar.

As famílias beneficiárias do PBF (Programa Bolsa Família)  terão o benefício suspenso pelo Ministério enquanto receberem o Auxílio Emergencial.

Não é permitido o recebimento dos dois benefícios ao mesmo tempo. Se você atender aos critérios para recebimento do Auxílio Emergencial, você receberá aquele que for mais vantajoso.

Após o recebimento das parcelas do Auxílio Emergencial, a família voltará a receber o benefício do PBF.

Como receber o auxílio emergencial Bolsa Família

Se sua família for beneficiária do Programa Bolsa Família, ela receberá o auxílio de todos os trabalhadores elegíveis da família (até o limite de dois auxílios) por meio do cartão do Programa Bolsa Família ou por crédito em conta da Caixa.

As famílias receberão uma mensagem específica no extrato de pagamento, com informações sobre o recebimento do Auxílio Emergencial.

Para as famílias do PBF a parcela do Auxílio Emergencial tem validade de 90 dias, a contar da data inicial de disponibilização.

Auxílio Emergencial Bolsa Família Consulta

Por uma determinação da lei que criou o Bolsa Família, a consulta aos beneficiários do programa é pública e pode ser feita por qualquer pessoa.

As informações podem ser verificadas no Site da Caixa. As páginas reúnem dados divididos por Estado, Município ou por Família.

Confira como fazer a consulta do Bolsa Família:

Consulta de benefícios por Estado

  • Selecione o estado que você deseja consultar;
  • Escolha o mês desejado (o sistema mantém as folhas de pagamento dos últimos três meses) e em seguida clique em Consultar;
  • O sistema vai exibir o número total de famílias beneficiárias no estado, assim como o valor total transferido.

Consulta de benefícios por município

  • Selecione o estado que você deseja consultar;
  • Selecione o município;
  • Escolha o mês desejado clique em Consultar;
  • O sistema vai exibir o número total de famílias beneficiárias no estado, assim como o valor total transferido;
  • Clicando em Download, você pode baixar a lista contendo os nomes dos Responsáveis Familiares e dos demais membros das famílias. O documento informa também se o benefício foi liberado ou não para essas famílias.

Consulta de benefícios por família

  • Digite o NIS (Número de Identificação Social) do Responsável Familiar;
  • O nome do Responsável Familiar aparecerá automaticamente;
  • Clique em Consultar;
  • Será exibido uma tabela com nome e data de nascimento do Responsável Familiar, a cidade onde a família está cadastrada e também a atual situação do cadastro (se ele foi liberado ou não).

Auxílio Emergencial Bolsa Família Valor

O Governo anunciou mais quatro parcelas do auxílio emergencial para a população atingida pela crise econômica na pandemia de Covid-19. As novas parcelas correspondem aos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro.

A nova parcela de R$ 300 do auxílio emergencial – R$ 600 para mães que chefiam a família – começará a ser paga no dia 17 de setembro e os beneficiários do Bolsa Família serão os primeiros contemplados com os pagamentos.

Vale lembrar que a ordem de recebimento segue o critério do final do Número de Identificação Social (NIS) e começa pelo último digito do cartão.

Auxílio Emergencial Bolsa Família 6ª parcela

O auxílio emergencial foi estendido até o final de dezembro de 2020, a sexta parcela para os inscritos no Bolsa Família começará a ser transferida a partir do dia 17 de setembro.

A lógica continuará sendo a mesma aplicada nos pagamentos anteriores: os repasses serão realizados conforme o final do NIS (Número de Identificação Social) dos beneficiários.

Auxílio emergencial Bolsa Família Calendário

O calendário para os pagamentos da 6ª parcela do auxílio emergencial Bolsa Família, que agora será de R$ 300,00, segue até 30 de setembro, conforme o final do NIS.

  • 17 de setembro – NIS final 1
  • 18 de setembro – NIS final 2
  • 21 de setembro – NIS final 3
  • 22 de setembro – NIS final 4
  • 23 de setembro – NIS final 5
  • 24 de setembro – NIS final 6
  • 25 de setembro – NIS final 7
  • 28 de setembro – NIS final 8
  • 29 de setembro – NIS final 9
  • 30 de setembro – NIS final 0

calendario bolsa familia

Auxílio emergencial Bolsa Família Saque

O Cartão Cidadão ou cartão do Bolsa Família poderá ser utilizado para saque do auxílio emergencial somente por quem é beneficiário do programa.

As agências da Caixa são os principais pontos para receber o pagamento do Bolsa Família. Mas existem outros lugares que também liberam o saque.

Além do banco, você também pode se dirigir a um caixa automático da Caixa, casa lotérica ou comércio que possua “Caixa Aqui”.

Como sacar o pagamento do Bolsa Família sem o cartão

Se você não estiver com o cartão do Bolsa Família em mãos, é possível fazer o saque do pagamento mesmo assim.

Basta ir a uma agência da Caixa, casa lotérica ou unidade do “Caixa Aqui”, informar o NIS e apresentar apenas um dos seguintes documentos: Carteira de Identidade (RG), Carteira de Trabalho, Certidão de Nascimento ou de Casamento, CNH com foto, Guia de pagamento (essa guia deve ser retirada nas agências da Caixa).

Até quando vai o Auxílio Emergencial Bolsa Família?

Os brasileiros que estão no programa auxílio emergencial Bolsa Família terão a 6ª parcela depositada automaticamente. A nova fase do benefícios será paga em até quatro parcelas de R$ 300 cada e, no caso das mães chefes de família monoparental, o valor é de R$ 600.

Apesar da determinação de quatro parcelas, o benefício tem como data limite o mês de dezembro deste ano. Ou seja, aqueles que começaram a receber o auxílio em abril, terão direito a mais quatro parcelas.

No entanto, quem passou a receber a partir de julho, por exemplo, terá direito a apenas uma parcela da extensão do programa, de R$ 300.