Bolsa Família 2016 bloqueado? Veja o que fazer

Nos últimos tempos, temos recebido dezenas de mensagens de pessoas relatando que tiveram o benefício do Bolsa Família bloqueado. Se você se encontra nessa situação, pedimos que você leia esse texto até o final.

A partir de agora nós vamos explicar tudo o que você precisa sabar para você regularizar o seu cadastro e voltar a receber as parcelas que a sua família tem direito. Acompanhe as informações com muita atenção e confira os procedimentos para desbloquear o Bolsa Família.

Como desbloquear o Bolsa Família

bolsa-familia-bloqueado

Para desbloquear o Bolsa Família, o Responsável Familiar (RF) deve comparecer ao setor responsável pelo programa na sua cidade. Esse primeiro passo é muito importante. Se você não fizer isso, não há como o gestor fazer nada para tentar liberar os benefícios. Veja os possíveis locais:

  • CRAS (Centro de Referência da Assistência Social)
  • Prefeitura da cidade
  • Central do Bolsa Família (se houver na cidade)

Se você não tiver certeza sobre o lugar, vá ao mesmo local em que você fez o cadastro no Bolsa Família.

Chegando lá, você deve conversar com o gestor do Bolsa Família para saber por que os benefícios deixaram de ser pagos. Em seguida, você precisa entregar uma carta explicando por que considerou o bloqueio injusto. Nesta carta é recomendável explicar a situação da sua família com detalhes.

Explique o que todas as pessoas fazem, como trabalho, situação escolar, acompanhamento de vacinação e monitoramento de saúde das mulheres. Coloque também se houve alguma mudança de endereço ou se há gestante na família.

Documentos

Junto com a carta, você precisa apresentar os documentos de todos os membros da família. Os documentos necessários são:

  • Carteira de identidade.
  • CPF.
  • Título de eleitor.
  • Carteira de Trabalho.
  • Comprovante de residência.

Se a família tiver crianças e adolescentes, também é preciso levar:

  • Certidão de nascimento.
  • Declaração escolar.
  • Cartão de vacinação (para crianças de até 6 anos).

Após apresentar a carta, você deve aguardar o contato do gestor do Bolsa Família para saber se o seu pedido de desbloqueio foi aceito.

Visita em casa

Durante o processo do pedido de desbloqueio, o gestor pode marcar uma visita da equipe do Bolsa Família na sua casa. O objetivo dessa ação é saber se as informações apresentadas no seu cadastro conferem com a situação real da família.

Prazo para desbloquear o benefício

Apenas o gestor do programa pode definir um prazo para que os seu pagamento ser liberado novamente. Em cada município, existe uma espécie de “fila de espera” de famílias para receber os benefícios. Quando o seu Bolsa Família é bloqueado, é como se você você retornasse ao final dessa “fila”. Esse é um dos motivos que fazem o desbloqueio demorar.

Por que o Bolsa Família foi bloqueado?

Existem diversos motivos que levam ao bloqueio do Bolsa Família. O principal é a falta de atualização do cadastro. Alguns municípios convocam os beneficiários para atualizar o registro uma vez por ano. Em outras cidades, é necessário fazer esse procedimento a casa seis meses.

Outra razão que leva à interrupção do pagamento é a diferença entre o que está informado no cadastro e a situação real da família. Se o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) cruzar essas informações e descobrir que há algo diferente, os recursos são automaticamente bloqueados.

Agora veja os outros motivos que podem resultar no bloqueio dos benefícios:

  • Quando a família não faz a atualização cadastral solicitada pelo município.
  • Quando a família tem mais renda do que o necessário para se manter no programa.
  • Quando a família não é localizada no endereço informado no Cadastro Único.
  • Quando a família não informa uma mudança de endereço.
  • Quando a família não informa se algum membro conseguiu emprego.
  • Quando a família não informa mudanças na renda.
  • Quando a família não informa mudanças na composição familiar.
  • Quando a família não faz o acompanhamento do pré-natal da gestante.
  • Quando a família não mantém o cartão da vacinação da criança em dia.
  • Quando a família não faz o acompanhamento de saúde de crianças e mulheres.
  • Quando a frequência escolar dos alunos de 6 a 15 anos não atinge os 75% necessários.
  • Quando a frequência escolar dos alunos de 16 e 17 anos não atinge os 85% necessários.

Por isso, é muito importante manter o cadastro do Bolsa Família atualizado quanto a qualquer mudança que ocorra na sua família. Para não correr o risco de ter o seu benefício bloqueado, forneça informações sobre mudança de endereço, emprego novo, alteração de escola, nascimento, casamento, divórcio ou óbito na família.

Meu cadastro do Bolsa Família pode ser cancelado?

Se o seu benefício foi bloqueado, você tem até 6 meses para procurar o gestor do Bolsa Família. Depois desse prazo, o seu cadastro será automaticamente cancelado.

Posso receber as parcelas que foram bloqueadas?

Quando o seu cadastro for liberado novamente, você tem direito a receber até 3 parcelas que foram bloqueadas.

Essas foram as informações para você aprender a pedir o desbloqueio do Bolsa Família. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos no Facebook ou clique no botão “Curtir”. E se você tiver alguma dúvida, escreva sua pergunta aqui embaixo, na seção de comentários.