Como desbloquear os pagamentos do Bolsa Família

Nas últimas semanas, temos recebido diversas mensagens de pessoas relatando que tiveram o benefício do Bolsa Família bloqueado. Isso pode ter acontecido pelos motivos a seguir:

  • Se a família não fez a atualização do cadastro solicitada pelo município.
  • Se o gestor do Bolsa Família no município identificou alguma irregularidade e precisa fazer uma investigação no perfil da família.
  • Se a família não é localizada no endereço informado no Cadastro Único.

O que fazer para não bloquear

Para não ter os pagamentos bloqueados, você deve manter o cadastro atualizado com as informações corretas. É muito importante fazer o recadastramento da sua família sempre que o município pedir. Isso acontece a cada dois anos.

Além disso, você deve informar ao gestor do Bolsa Família da sua cidade qualquer alteração no que se refere a nascimento, óbito, casamento, divórcio emprego novo ou alteração de escola dos filhos.

Como desbloquear

1. Compareça ao local de atendimento

Para iniciar o processo de desbloqueio, o Responsável Familiar (RF) deve se dirigir ao local de atendimento do Bolsa Família na região. Pode ser no CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), ou na prefeitura do município. Se você não souber onde ir, compareça ao mesmo local onde você fez o cadastro da sua família.

2. Apresente o recurso

Você deve falar com o gestor do Bolsa Família para saber por que os pagamentos foram bloqueados. Se achar que o bloqueio não foi justo, então você pode apresentar um recurso pedindo para desbloquear os benefícios. Neste recurso, você escreve por que considerou o bloqueio injusto e solicita o desbloqueio dos pagamentos.

3. Leve os documentos da família

Junto ao recurso, você precisa apresentar os seguintes documentos de todos os membros da família:

  • Carteira de identidade
  • CPF
  • Título de eleitor
  • Carteira de trabalho
  • Comprovante de residência

Se a sua família tem crianças, você também precisa levar:

  • Certidão de nascimento
  • Declaração escolar
  • Cartão de vacinação (para crianças de até 6 anos)

Resposta do pedido

Após entregar o recurso, você deve aguardar a resposta do pedido de desbloqueio. O resultado pode demorar três meses ou mais. Isso acontece porque os dados do seu cadastro são enviados para análise do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA). Somente após a avaliação do MDSA, a equipe de atendimento do Bolsa Família pode informar se o seu benefício foi desbloqueado.

Caso passe muito tempo e você não receba nenhuma resposta, retorne ao local em que você fez a solicitação de desbloqueio ou entre em contato diretamente com o MDSA pelo número 0800 707 2003.

Cancelamento do cadastro

Você tem até 6 meses para solicitar o desbloqueio junto ao gestor do Bolsa Família. Se ultrapassar esse tempo, o cadastro da sua família é automaticamente cancelado.

Pagamentos anteriores

Quando conseguir o desbloqueio, você terá direito a receber até 3 parcelas referentes ao período em que o cadastro esteve bloqueado.

Sobre o Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa mantido pelo MDSA com o objetivo de prestar assistência aos brasileiros que estejam em condições de pobreza e de extrema pobreza. Todos os meses, as famílias com cadastro ativo têm direito a receber um benefício em dinheiro. Além disso, o plano social também fornece auxílio nas áreas de saúde, educação e assistência social.

Essas foram as informações para você fazer o desbloqueio do Bolsa Família. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos no Facebook ou clique no botão “Curtir”. E caso você tenha alguma dúvida, escreva a sua pergunta na seção de comentários.