Como ser aprovado no Bolsa Família

O Bolsa Família é um plano assistencial mantido Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) que tem o objetivo de auxiliar os brasileiros a superar a condição de pobreza e de extrema pobreza. As famílias inscritas no programa têm o direito de receber um benefício mensal que é disponibilizado em nome da Responsável Familiar (RF).

Para começar a receber os pagamentos, os beneficiários precisam apresentar a documentação necessária e cumprir as condições estabelecidas pelo programa. Em seguida vamos mostrar o que você precisa fazer para a ter o seu cadastro aprovado no Bolsa Família. Acompanhe o texto até o final e veja as orientações.

O que fazer para ser aprovado

bolsa-familia-como-ser-aprovado

Quem tem direito a receber

O primeiro passo é saber se a sua família está incluída na faixa de renda que permite receber os benefícios do Bolsa Família. Veja quem tem direito a receber:

1. Famílias com renda de até R$ 85 por pessoa;

2. Famílias com renda entre R$ 85,01 e R$ 170,00 por pessoa, que tenham gestantes, nutrizes (mães em período de amamentação), crianças de 0 a 12 anos e adolescentes até 15 anos;

3. Famílias com renda de R$ 0 a R$ 170,00 por pessoa, que tenham adolescentes de 16 a 17 anos.

Cadastro Único

A segunda etapa é dar entrada no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Para isso, você precisa procurar o gestor do Bolsa Família na sua cidade. O atendimento pode ser realizado nos seguintes locais:

  • Prefeitura da cidade;
  • CRAS (Centro de Referência de Assistência Social);

Ao conversar com o gestor, o Responsável Familiar, que geralmente é a mãe de família, deve apresentar o seu CPF, RG e Título de Eleitor. Se ela não estiver portando um desses documentos, não será possível fazer o cadastro. Além disso, ela deve mostrar também a documentação de todos os outros membros da família. É necessário estar com pelo menos um documento de identificação dos familiares, que pode ser:

  • RG
  • CPF
  • Título de Eleitor
  • Certidão de Nascimento
  • Certidão de Casamento
  • Carteira de Trabalho
  • Carteira de Vacinação (para crianças de 0 a 6 anos)

Com toda a documentação entregue, a Responsável Familiar deve preencher um formulário relatando todas as informações da família relacionadas a emprego, casamento, divórcio, gestação, nascimento ou óbito. Quanto mais dados certos forem apresentados, maior a chance do cadastro no Bolsa Família ser aprovado.

Como saber se o cadastro foi aprovado?

Para saber se a sua família foi aprovada, você receberá uma carta no endereço informado no cadastro. Em seguida, o cartão do Bolsa Família será enviado para a mesma localidade. Vale lembrar que a seleção do MDS para o Bolsa Família é realizada uma vez por mês. Se você notar uma demora muito grande para receber o comunicado, procure novamente o atendimento do Bolsa Família para saber a situação do seu cadastro.

É possível fazer o cadastro novamente?

Você não conseguirá fazer um novo cadastro com os mesmos números de documentos. O que você pode fazer é retornar ao atendimento do Bolsa Família para solicitar uma revisão e pedir uma nova análise dos dados cadastrais.

Essas foram as informações para você entender como funciona o processo de aprovação do Bolsa Família. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos no Facebook ou clique no botão “Curtir”. E se você tiver alguma dúvida, escreva sua pergunta na seção de comentários.