Calendário Bolsa Família 2020

Consulte as datas atualizadas do calendário Bolsa Família 2020 e veja quando os pagamentos estarão disponíveis

Para quem recebe os benefícios do Bolsa Família, um dos pontos mais importantes do programa é sempre estar atento às datas do calendário, afinal, é através da programação estabelecida nele que os pagamentos são realizados.

Extremamente indispensável para a organização do PBF como um todo, essa tabela foi criada para organizar os saques dos beneficiários de modo que todos possam receber os valores sem enfrentar filas ou passar por contratempos indesejados.

Sem a existência do calendário, poderíamos vivenciar um verdadeiro caos no sistema bancário da Caixa Econômica Federal. Pois é, imagine só mais de 13 milhões de famílias fazendo a retirada dos benefícios no mesmo dia? Chega a ser desesperador só de pensar.

Mas como todos merecem receber o pagamento sem percalços, as datas de pagamento foram escalonadas de acordo com o NIS (Número de Identificação Social) de beneficiárias e beneficiários.

Funciona da seguinte forma: o último número do NIS é quem define o dia em que pessoa pode receber o benefício. Assim é possível ter um controle sobre a quantidade de cidadãos que fazem o saque diariamente.

Os saques são feitos sempre nos últimos 10 dias úteis de cada mês, com exceção de dezembro. Como o último mês do ano é especial em razão dos feriados festivos, os pagamentos começam a ser feitos a partir da segunda semana.


Calendário do Bolsa Família 2020

O calendário Bolsa Família 2020 foi divulgado pelo Governo Federal no início de janeiro. Confira todas as datas atualizadas:

calendario bolsa familia 2020

Janeiro 2020

  • NIS final 1 – dia 20
  • NIS final 2 – dia 21
  • NIS final 3 – dia 22
  • NIS final 4 – dia 23
  • NIS final 5 – dia 24
  • NIS final 6 – dia 27
  • NIS final 7 – dia 28
  • NIS final 8 – dia 29
  • NIS final 9 – dia 30
  • NIS final 0 – dia 31

Fevereiro 2020

  • NIS final 1 – dia 12
  • NIS final 2 – dia 13
  • NIS final 3 – dia 14
  • NIS final 4 – dia 17
  • NIS final 5 – dia 18
  • NIS final 6 – dia 19
  • NIS final 7 – dia 20
  • NIS final 8 – dia 21
  • NIS final 9 – dia 27
  • NIS final 0 – dia 28

Março 2020

  • NIS final 1 – dia 18
  • NIS final 2 – dia 19
  • NIS final 3 – dia 20
  • NIS final 4 – dia 23
  • NIS final 5 – dia 24
  • NIS final 6 – dia 25
  • NIS final 7 – dia 26
  • NIS final 8 – dia 27
  • NIS final 9 – dia 30
  • NIS final 0 – dia 31

Abril 2020

  • NIS final 1 – dia 16
  • NIS final 2 – dia 17
  • NIS final 3 – dia 20
  • NIS final 4 – dia 22
  • NIS final 5 – dia 23
  • NIS final 6 – dia 24
  • NIS final 7 – dia 27
  • NIS final 8 – dia 28
  • NIS final 9 – dia 29
  • NIS final 0 – dia 30

Maio 2020

  • NIS final 1 – dia 18
  • NIS final 2 – dia 19
  • NIS final 3 – dia 20
  • NIS final 4 – dia 21
  • NIS final 5 – dia 22
  • NIS final 6 – dia 25
  • NIS final 7 – dia 26
  • NIS final 8 – dia 27
  • NIS final 9 – dia 28
  • NIS final 0 – dia 29

Junho 2020

  • NIS final 1 – dia 17
  • NIS final 2 – dia 18
  • NIS final 3 – dia 19
  • NIS final 4 – dia 22
  • NIS final 5 – dia 23
  • NIS final 6 – dia 24
  • NIS final 7 – dia 25
  • NIS final 8 – dia 26
  • NIS final 9 – dia 29
  • NIS final 0 – dia 30

Julho 2020

  • NIS final 1 – dia 20
  • NIS final 2 – dia 21
  • NIS final 3 – dia 22
  • NIS final 4 – dia 23
  • NIS final 5 – dia 24
  • NIS final 6 – dia 27
  • NIS final 7 – dia 28
  • NIS final 8 – dia 29
  • NIS final 9 – dia 30
  • NIS final 0 – dia 31

Agosto 2020

  • NIS final 1 – dia 18
  • NIS final 2 – dia 19
  • NIS final 3 – dia 20
  • NIS final 4 – dia 21
  • NIS final 5 – dia 24
  • NIS final 6 – dia 25
  • NIS final 7 – dia 26
  • NIS final 8 – dia 27
  • NIS final 9 – dia 28
  • NIS final 0 – dia 31

Setembro 2020

  • NIS final 1 – dia 17
  • NIS final 2 – dia 18
  • NIS final 3 – dia 21
  • NIS final 4 – dia 22
  • NIS final 5 – dia 23
  • NIS final 6 – dia 24
  • NIS final 7 – dia 25
  • NIS final 8 – dia 28
  • NIS final 9 – dia 29
  • NIS final 0 – dia 30

Outubro 2020

  • NIS final 1 – dia 19
  • NIS final 2 – dia 20
  • NIS final 3 – dia 21
  • NIS final 4 – dia 22
  • NIS final 5 – dia 23
  • NIS final 6 – dia 26
  • NIS final 7 – dia 27
  • NIS final 8 – dia 28
  • NIS final 9 – dia 29
  • NIS final 0 – dia 30

Novembro 2020

  • NIS final 1 – dia 17
  • NIS final 2 – dia 18
  • NIS final 3 – dia 19
  • NIS final 4 – dia 20
  • NIS final 5 – dia 23
  • NIS final 6 – dia 24
  • NIS final 7 – dia 25
  • NIS final 8 – dia 26
  • NIS final 9 – dia 27
  • NIS final 0 – dia 30

Dezembro 2020

  • NIS final 1 – dia 10
  • NIS final 2 – dia 11
  • NIS final 3 – dia 14
  • NIS final 4 – dia 15
  • NIS final 5 – dia 16
  • NIS final 6 – dia 17
  • NIS final 7 – dia 18
  • NIS final 8 – dia 21
  • NIS final 9 – dia 22
  • NIS final 0 – dia 23

Como é possível perceber, a data marcada para o saque mensal do benefício varia diretamente conforme o último dígito do número do NIS.

Por isso é fundamental estar sempre atento e, com isso, evitar perder o valor em um determinado mês por não ter conhecimento da data de saque.

Agora que o Governo Federal liberar o novo calendário, você poderá acessá-lo diretamente no portal da Caixa Econômica Federal.

Existe a opção de ir até uma agência do banco também para saber, tudo fica a sua escolha.

O importante mesmo é não deixar de ter acesso a essas datas que são realmente importantes para quem recebe o benefício.


Bolsa Família 2020 quem tem direito

Se a sua família já recebe o benefício, fique sabendo que praticamente nada mudará em 2020.

No entanto, caso pretende começar a receber no próximo ano é necessário ter em mente que assim como acontece com diversos outros benefícios sociais oferecidos pelo governo, é preciso se enquadrar em alguns requisitos para conseguir receber o Bolsa Família 2020.

Apenas aquelas famílias que cumprirem as regras estipuladas pelo programa podem ter acesso a ele. Veja a seguir quais são elas:

  • Ter uma renda mensal familiar de até R$ 89 por pessoa – situação de extrema pobreza;
  • Ter uma renda mensal familiar entre R$ 89 e R$ 177 por pessoa – situação de pobreza;
  • Estar inscrito no Cadastro Único, uma plataforma criada pelo Governo Federal com o intuito de reunir as informações sobre os beneficiários;
  • Ter na família crianças e adolescentes de até 17 anos, ou gestantes e mães que amamentam.

Qualquer família que se enquadrar nesses requisitos explicados acima pode se cadastrar no programa, indo até a Prefeitura ou ao órgão responsável por esse setor – para saber exatamente é necessário se informar na sua cidade.


Bolsa Família 2020 valor

Diferentemente do calendário do Bolsa Família, o governo ainda não divulgou os valores atualizados do benefício referentes ao ano de 2020.

Entretanto, se você está querendo se planejar para o próximo ano e por isso gostaria de ter uma ideia do valor, não precisa se preocupar.

Isso porque é possível ter uma base levando em consideração os valores que são oferecidos em 2019.

No entanto, antes de qualquer coisa não se esqueça de que a quantia recebida pelas famílias muda de acordo com algumas características importantes.

Pensando nisso, veja quais valores estão sendo aplicado ao longo do ano de 2019:

  • R$ 89 – valor liberado para as famílias que possuem uma renda mensal menor do que R$ 85 por pessoa;
  • R$ 48 – valor liberado para jovens com 16 e 17 anos que tenham uma frequência escolar maior que 75%;
  • R$ 41 – valor liberado para cada gestante presente na família, desde que ela cumpra corretamente o calendário de pré-natal estabelecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS);
  • R$ 41 – valor liberado para crianças entre 0 e 15 anos matriculadas na escola, com frequência escolar acima de 85% e com a carteira de vacinação em dia.

Bolsa Família 2020 aumento

Geralmente, os valores do Bolsa Família sofrem um reajuste todos os anos, contudo o Governo Federal ainda não sinalizou se haverá aumento no benefício para 2020.

De acordo com algumas informações, a expectativa é que seja criado o 13º salário do Bolsa Família e, por conta disso, não haveria um aumento nos valores para o próximo ano.

Mas, nada ainda está confirmado, portanto é necessário aguardar novos pronunciamentos do governo para saber como ficará o valor, bem como o calendário do Bolsa Família 2020.

Já é cadastrado no programa? Então qual é o número do seu NIS? Já fique atento a isso antes do calendário do Bolsa Família 2020 ser liberado.

Caso ainda não seja, comece a correr atrás de toda a documentação o quanto antes e já inicie o próximo ano recebendo um valor a mais a fim de melhorar a qualidade de vida de toda a sua família.


Bolsa Família Cadastro Único

cadastro unico bolsa familia

Normalmente, para se cadastrar no Bolsa Família é necessário ir até o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do seu município e realizar uma inscrição no Cadastro Único.

Feito isso, é fundamental ter alguns documentos em mãos de todos os membros da família que moram na mesma casa:

  • CPF;
  • RG, CNH ou certidão de nascimento;
  • Comprovante de renda (se tiver);
  • Comprovante de residência.

Depois é necessário aguardar, visto que haverá uma avaliação a fim de identificar se a sua família atende aos requisitos do programa e se, portanto, pode ou não começar a receber o benefício.

Além de tudo isso, não se esqueça de que é necessário cumprir algumas regras para continuar recebendo o valor oferecido pelo governo, mesmo se a sua família já recebe o benefício, certo?

A vacinação das crianças em dia e a frequência escolar delas são apenas alguns exemplos.


Bolsa Família Consulta

Bolsa Família consulta pelo CPF

A consulta utilizando o CPF não é de âmbito público e serve para que as pessoas beneficiadas saibam quanto de Bolsa Família têm para sacar.

Esse controle é necessário porque o benefício pode ser acumulado por até três meses, o que impede de saber a cifra exata sem fazer essa consulta.

Acessando o site da Caixa, o titular precisará colocar seu CPF e também o Número de Identificação Social (NIS).

Se ele não puder fazer essa consulta pelo site da Caixa Econômica Federal, ele pode procurar uma agência, com esses documentos.

Além disso, o cidadão que tiver dificuldades em saber o seu NIS pode pergunta-lo à agência da Caixa.

Bolsa Família consulta pelo Portal Transparência

O Portal da Transparência é um método de os órgãos do Governo mostrarem à população o quanto estão gastando.

Isso também diz respeito ao Bolsa Família: como é um gasto público, os cidadãos podem acompanhar quanto de verba é dispensada para esses benefícios.

Para isso, acessa-se o Portal Transparência e clica-se em “Consultas temáticas”; em seguida, é preciso localizar “Bolsa Família” e determinar qual será o ano de referência: escolhendo 2019, por exemplo, serão apresentados todos os gastos com esse benefício social naquele ano.

Aquele que conhece alguém que está no Bolsa Família também pode consultar especificamente os depósitos para ela.

Entretanto, será preciso saber o nome completo desse titular e a aba para localizá-lo é “Por favorecido” e, em seguida, “Pessoas Físicas”.

A consulta ao Portal da Transparência é fundamental para que a população saiba se os gastos que são anunciados correspondem ao que está registrado.

Dessa maneira, os brasileiros percebem a possibilidade de fraude e os órgãos especializados podem solicitar explicações ao Ministério do Desenvolvimento Social.

Bolsa Família Consulta pelo SIBEC

bolsa familia sibec

Se a consulta for sobre a concessão do benefício, pode-se fazer uso do Sistema de Benefícios do Cidadão, chamado de SIBEC:

  • Acessa-se o SIBEC;
  • Determina-se um dos três modos de consulta;
  • Coloca-se as informações básicas que o SIBEC pedir;
  • Seleciona-se “Consultar.