Por que o meu Bolsa Família foi bloqueado?

Você teve o Bolsa Família bloqueado e não sabe por quê? Então acompanhe este texto até o final, pois vamos explicar com detalhes 12 motivos que podem levar ao bloqueio do benefício. Além disso, você também vai descobrir o que precisa fazer para desbloquear os pagamentos e voltar a receber as parcelas a que tem direito.

10 motivos para bloquear o benefício

Nos últimos meses, milhares de pessoas cadastradas no Bolsa Família tiverem os benefícios bloqueados ou cancelados. A partir de agora, você vai poder conferir as principais razões para o pagamento deixar de ser feito.

bolsa-familia-bloqueado

1. Quando a família não faz a atualização cadastral

Essa é uma das principais razões que levam ao bloqueio dos benefícios. Todos os anos os beneficiários devem fazer a atualização cadastral solicitada pelo município. Se você ficar até três anos sem atualizar, o seu cadastro pode ser bloqueado a qualquer momento.

2. Quando a família tem mais renda do que o necessário para se manter no programa

Milhares de famílias cadastradas no Bolsa Família conseguem melhorar a condição de vida ao longo dos anos, inclusive com os membros conquistando novos empregos. Em alguns casos, a renda desse trabalhador ultrapassa o limite estabelecido pelo programa, que é de R$ 154 por pessoa. Quando isso acontece, o benefício deixa de ser pago porque a família ficou fora do perfil indicado para receber os pagamentos.

3. Quando a família não informa uma mudança de endereço

Este motivo também está relacionado à atualização cadastral. Se a família mudar de endereço, é necessário comparecer ao CRAS para informar a alteração. Isso vale tanto para mudanças na mesma cidade quanto para aquelas famílias que passam a morar em municípios ou estados diferentes.

4. Quando a família não informa se algum membro conseguiu emprego

Outra razão relacionada à situação do cadastro. Sempre que algum membro da família conseguir um emprego novo com carteira assinada, é preciso ir ao CRAS para atualizar as informações e informar o salário que ele recebe da empresa.

5. Quando a família não informa mudanças na renda

Qualquer alteração relacionada à renda da família deve ser atualizada no cadastro. Isso vale para recursos como aposentadoria, seguro-desemprego, pensão ou outros benefícios oferecidos pelos governos federal, estadual ou municipal. A falta de atualização no cadastro pode bloquear os pagamentos da família.

6. Quando a família não informa mudanças na composição familiar

Para evitar correr o risco de ter o benefício bloqueado, a família deve manter o cadastro sempre atualizado quanto à composição familiar. Isso quer dizer que qualquer nascimento, casamento, divórcio ou óbito devem ser informados no cadastro.

7. Quando a gestante não faz o acompanhamento estabelecido pelo programa

As gestantes entre 14 e 44 anos inscritas no Bolsa Família devem seguir um calendário de acompanhamento do pré-natal determinado pelo Ministério da Saúde. O benefício pode ser bloqueado caso elas não compareçam às consultas e deixem de fazer os exames necessários.

8. Quando a família não mantém o cartão de vacinação da criança em dia

Outro motivo que pode levar ao bloqueio do benefício é a falta de vacinação das crianças de até 7 anos. É preciso manter o cartão de vacinação em dia para não correr o risco de ter os pagamentos interrompidos. Além disso, as crianças também devem fazer a pesagem e a medição da altura.

9. Quando a família não cumpre as condicionalidades de saúde das mulheres

As mulheres entre 14 e 44 que não estão grávidas também precisam cumprir as condicionalidades de saúde. Quando solicitado, elas devem comparecer a uma unidade de saúde para realizar a pesagem e a medição da estatura. O descumprimento dessas condições pode provocar o bloqueio dos benefícios.

10. Quando a frequência escolar dos alunos é baixa

Quem tem filhos em idade escolar deve ficar atento à frequência exigida pelo Bolsa Família. Alunos de 6 a 15 anos devem ter presença de pelo menos 75%, enquanto estudantes de 16 e 17 anos precisam frequentar pelo menos 85% das aulas. O baixo comparecimento às aulas pode provocar o bloqueio do benefício.

Como pedir o desbloqueio

Para fazer o pedido de desbloqueio, você precisa comparecer ao local em que fez o cadastro do Bolsa Família. Pode ser no CRAS (Centro de Referência da Assistência Social, na Central do Bolsa Família (se houver na cidade) ou na própria prefeitura.

Você deve se informar com o gestor sobre o motivo que levou ao bloqueio. Em seguida, você precisa entregar uma carta explicando por que considerou que a suspensão do pagamento não foi certa. Também é recomendável falar sobre a condição de todos os membros da família, como situação escolar, empregos e se há gestantes.

Se for necessário, você também deve atualizar o seu cadastro antes de pedir o desbloqueio do benefício.

Documentos

Quando for falar com o gestor do programa, lembre-se de levar todos os documentos necessários.

  • Carteira de identidade do Responsável Familiar
  • CPF do Responsável Familiar
  • Título de eleitor do Responsável Familiar
  • Carteira de Trabalho do Responsável Familiar
  • Comprovante de residência do Responsável Familiar

Caso a família tenha crianças e adolescentes, leve também:

  • Certidão de nascimento
  • Declaração escolar
  • Cartão de vacinação (para crianças até 6 anos)

Quanto tempo leva para receber a resposta

Não é possível determinar um tempo certo. O seu pedido de desbloqueio é enviado ao MDS, e somente depois da avaliação, o gestor recebe a resposta. Durante o período de análise, uma equipe do Bolsa Família pode, inclusive, realizar uma visita à sua residência.

Poderei receber as parcelas atrasadas?

Conseguindo o desbloqueio, você poderá receber até 3 parcelas que foram bloqueadas.

Pode acontecer o cancelamento do cadastro?

Sim. Se o seu pagamento for bloqueado e você não procurar o gestor do Bolsa Família em até 6 meses, o MDS pode cancelar o cadastro automaticamente.

Essas foram as informações sobre os motivos que levam ao bloqueio do Bolsa Família. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos no Facebook ou clique no botão “Curtir”. E caso tenha alguma dúvida, escreva a sua pergunta na seção de comentários.

[ratings]